Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2018

Que maravilha!

Everyone should be afforded the opportunity to receive the education they want, but more importantly the education they have the right to receive. And for women and girls in developing countries, this is vital. Providing them with access to education is the key to economic and social development. Because when girls are given the right tools to succeed, they can create incredible futures, not only for themselves but also for those around them.
Meghan Markle, Duchess of Sussex
Vivi, olhei, li, senti, Que faz aí o ler, Lendo, fica-se a saber quase tudo, Eu também leio, Algo portanto saberás, Agora já não estou certa, Terás então de ler doutra maneira, Como, Não serve a mesma para todos, cada um inventa a sua, a que lhe for própria, há quem leve a vida inteira a ler sem nunca ter conseguido ir mais além da leitura, ficam pegados às página, não percebem que as palavras são apenas pedras postas a atravessar a corrente de um rio, se estão ali é para que possamos chegar à outra margem, a outra margem é que importa, A não ser, A não ser, quê, A não ser que esses tais rios não tenham duas margens, mas muitas, que cada pessoa que lê seja, ele, a sua própria margem, que seja sua, e apenas sua, a margem a que terá que chegar…” José Saramago A Caverna
Nunca terminó lo que nunca comenzó

Tú y yo
Tenemos um amor pendiente,
Pero vamos a llamarlo café,
Que dá menos miedo.

Selam Wearing

Se Deus se deixasse fotografar seria assim

Se Deus se deixasse fotografar seria assim ... uma aula de matemática no jardim onde o amor é a única conta que Deus fez
 não divide não reduz não soma
multiplica sem ser função de nada apenas de si próprio

Eu me perdi na sordidez de um mundo Onde era preciso ser Polícia agiota fariseu Ou cocote
Eu me perdi na sordidez do mundo Eu me salvei na limpidez da terra
Eu me busquei no vento e me encontrei no mar E nunca Um navio da costa se afastou Sem me levar

Sophia de Mello Breyner Andresen
Buscar una cosa es siempre encontrar otra. Así, para hallar algo, hay que buscar lo que no es.

Buscar al pájaro para encontrar a la rosa, buscar el amor para hallar el exilio, buscar la nada para descubrir un hombre, ir hacia atrás para ir hacia delante.

La clave del camino, más que en sus bifurcaciones, su sospechoso comienzo o su dudoso final, está en el cáustico humor de su doble sentido. Siempre se llega,  pero a otra parte.

Todo pasa. Pero a la inversa.



Roberto Juarroz
Una red de mirada mantiene unido al mundo no lo deja caerse. Y aunque yo no sepa qué pasa con los ciegos, mis ojos van a apoyarse en una espalda que puede ser de dios. Sin embargo, ellos buscan otra red, otro hilo, que anda cerrando ojos con un traje prestado y descuelga una lluvia ya sin suelo ni cielo. Mis ojos buscan eso que nos hace sacarnos los zapatos para ver si hay algo más sosteniéndonos debajo o inventar un pájaro para averiguar si existe el aire o crear un mundo para saber si hay dios o ponernos el sombrero para comprobar que existimos. 

Roberto Juarroz Poesía Vertical
Deu-me Deus o seu gládio, porque eu faça
A sua santa guerra.
Sagrou-me seu em honra e em desgraça,
Às horas em que um frio vento passa
Por sobre a fria terra.
Pôs-me as mãos sobre os ombros e doirou-me
A fronte com o olhar;
E esta febre de Além, que me consome,
E este querer grandeza são seu nome
Dentro em mim a vibrar.
E eu vou, e a luz do gládio erguido dá
Em minha face calma.
Cheio de Deus, não temo o que virá,
Pois venha o que vier, nunca será
Maior do que a minha alma.

Fernando Pessoa,
Mensagem
Ella no tiene la culpa
las constelaciones se alinearon pétreas
en su nacimiento.
No tiene la culpa piedra
de la rigidez del miedo.


Sus moléculas rocas
arman coraza
para protegerla.
Pero adentro,
un corazón de lava
le clava
la duda. 



Gisela Galimi
Todos falam do que encontraram no caminho. Alguns falam também do que não encontraram. E uns tantos referem-se ao que não é possível encontrar.

Mas há quem fale de um encontro que surge de uma emboscada entre as mãos como uma andorinha que nunca foi parte de nenhum bando, como um gesto secreto que recolha a compaixão que falta nos encontros.

Todo o encontro nasce como a água perante a sede. O resto é uma miragem que não chega sequer a desconcertar o deserto.


roberto juarroz a árvore derrubada pelos frutos trad. rui caeiro, duarte pereira e diogo vaz pinto língua morta 2018
Sin educación emocional, no sirve saber resolver ecuaciones

Ana Torres Menárguez
EL PAIS
Madrid 30 ENE 2017
https://elpais.com/economia/2017/01/27/actualidad/1485521911_846690.html

Se trata de enseñar a los futuros maestros a entender y regular sus propias emociones para que sean capaces de dirigir a los niños y adolescentes en esa misma tarea. “Mis alumnos me cuentan que nadie les ha enseñado a regularse emocionalmente y que desde pequeños cuando se enfrentaban a un problema se encerraban en su habitación a llorar, era su forma de calmarse”, cuenta el docente. Inseguridad, baja autoestima y comportamientos compulsivos son algunas de las consecuencias de la falta de herramientas para gestionar las emociones. “Cuando llegan a la vida adulta, tienen dificultades para adaptarse al entorno, tanto laboral como de relaciones personales. Tenemos que empezar a formar a profesores con la capacidad de entrenar a los niños en el dominio de sus pensamientos”.

Tras revisar los programas académicos d…
(Ilustração: Elisa Talentino)
sou aquela que sabe de que saudades vem
(Círculo Xavier)

Se Deus se deixasse fotografar seria assim

Jump. Nigerai. (Photo by Gbenro Sholanke)
Isabel Saldanha http://isabelsaldanha.com/sao-tome-principe/
Enquanto faço a mala para me pirar daqui a bocadinho e gozo os últimos cartuchos agarradinhas às minhas loiras, deixo aqui alguns dos melhores momentos que marcaram a nossa ida a São Tomé. E um excerto que escrevi sobre este pedacinho delicioso de terra: “Há uma ilha no Equador que é feita de verdes e de amarelos. É assim que começa a história de duas meninas que foram conhecer um sítio que virou lugar. Essas duas meninas eram irmãs e tinham 3 e 6 anos. Eram meninas de sorte porque já tinham ido viajar para a América do Sul, México, República Dominicana e para tantos outros sítios, onde existiam crianças e piscinas muito compridas, buffets gigantes e noites de musicais. Desta vez a mãe decidiu que as queria levar para longe dos resorts acéticos, dos ambientes protegidos, dos aglomerados de famílias, das pulseirinhas e do esparguete à bolonhesa. Queria um sítio diferente, onde a animação era construída ao compasso da vida se…
Os horizontes e as marés As estátuas, as pontes, a América, a lua, os cafés Tudo passa Tudo passa Os cataventos e as estações
Tudo passa Os amores-perpétuos, Desertos, as desilusões Tudo passa Ainda estamos aqui O tempo voa
O tempo coa E por mais que doa a passar
Nós ainda estamos aqui as horas, as eras, as iras, azares, ilusões Eu ainda te tenho a ti E nós ainda estamos aqui
Os Homens e as gerações Os mastros, países, impérios Tudo passa Tudo passa Os astros e o planisfério Bandeiras ao vento, Tudo passa Por tudo o que existe Tudo passa Os paraísos prometidos Palavras escavadas na pedra e os seus sentidos tudo passa Tudo passa Eu ainda te tenho a ti E o que resiste E por tudo o que ainda há de vir
Nós ainda estamos aqui E Nós ainda estamos aqui Ainda estamos aqui
Miguel Araújo