Avançar para o conteúdo principal

Coisas que têm quereres




Where’s somewhere I can cross the sea
In a land that’s lost and free
With my darling close to me
At least where I’m supposed to be.(someday)

Yeah somewhere on the ocean breeze
And around the swinging trees
You’re the only one for me
That is where I long to be.

Somedaaay..

You’re somewhere out upon the beach
Out of range and out of reach
With the truest love of mine
Underneath the bluest sky.

Yeah far away from any time
We’ll watch the lazy sun go down
With my sweetheart I lay down
That is where I will be found.

Someday

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Oh Senhor

Ó Senhor, que difícil é falar quando choramos, quando a alma não tem força, quando não podemos ver a beleza que tu entregas em cada amanhecer.
Ó Senhor, dá-me forças para poder encontrar-te e ver-te em cada gesto, em cada coisa desta terra que Tu desenhaste só para mim.
Ó Senhor, sim, eu seu preciso da tua mão, do abraço deste amigo que não está. Dá-me luz, à minha alma tão cansada, que num sonho queria acordar.
Ó Senhor, hoje quero entregar-te o meu canto com a música que sinto. Eu queria transmitir através destas palavras. Fico mais perto de ti.
O povo português é, essencialmente, cosmopolita. Nunca um verdadeiro português foi português: foi sempre tudo.




Fernando Pessoa